Procurar

 

Permite-te ser como és

 

Ser como és não é ser de qualquer maneira.

Não é deixar para os outros aquilo que nos compete a nós e que é da nossa responsabilidade. Nós mesmos. As nossas escolhas. Os nossos actos. São dever e responsabilidade nossa.

 

Ser quem se é, não é fazer simplesmente o que lhe apetece, independente das consequências dos seus actos.

 

Pelo contrário, é ser responsável por todas as decisões que se toma.

É respeitar todos os seres por igual. É reconhecer-se igual em essência.

É ser consciente de si mesmo, do outro e do mundo. E essa consciência é fonte de amor, de respeito e de fraternidade.

 

É saber que o aqui e o agora, são um presente, uma dádiva da vida. E, por isso, são incapazes de cometer qualquer acto que contrarie a felicidade e harmonia de cada instante.

 

É apreciar o dia que nasce e todas as bênçãos que ele trás.

É valorizar tudo o que o mundo oferece.

É ser humilde para reconhecer os seus erros e estar disposto a aprender e a evoluir, sempre.

 

Ser quem se é, obriga a que primeiro saibamos quem somos. Só depois o podemos Ser.

 

E, quem somos, não é apenas o nosso nome, o sítio onde nascemos, aquilo que estudamos ou a profissão que temos.

 

Saber quem se é, exige tempo e dedicação. Exige que se preste atenção a si mesmo. É um comprometimento para a vida toda. E talvez, uma missão para várias vidas.

 

Afinal, quem és tu para além de todos os rótulos com que te foste preenchendo e que moldam a tua personalidade?

 

Não há uma resposta definitiva para esta pergunta. Não há como ter uma resposta pronta como numa qualquer entrevista de emprego.

 

Saber quem se é, é reconhecer-se em constante mutação.

É aceitar a própria construção, desconstrucao e reconstrução, como parte do processo evolutivo individual.

É procurar a cada instante a sua melhor versão.

É querer o melhor para si e para os outros e agir em concordância.

É estar consciente do momento.

É viver de amor e felicidade, fazendo deles o seu alimento e o combustível para ir mais além.

É deixar-se guiar pela intuição que o conduz para o que lhe traz Paz ao coração.

 

Permite-te ser como és quando te descobrires no processo de seres tu próprio.

E ouve-te. Aceita-te. Respeita-te. Ama-te. Tal como és.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">html</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*